• Facebook Social Icon
  • LinkedIn Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Google+ Social Icon

Psicologia Infantil e Juvenil

A intervenção faz-se de forma precoce e preventiva. Intervir na infância é ajudar a construir o futuro de cada criança.

O desenvolvimento infantil é marcado por diferentes etapas e, em paralelo com o crescimento físico, a criança desenvolve os seus traços de personalidade e as suas esferas emocionais e comportamentais. 

Este desenvolvimento é influenciado por uma componente genética, mas também por experiências de vida, estilos parentais, relacionamento com os pares, entre outros. Todos estes fatores podem potenciar o desenvolvimento saudável das crianças e adolescentes, mas também gerar dificuldades na aquisição de competências necessárias a cada etapa de desenvolvimento. É neste enquadramento que as crianças e jovens podem evidenciar problemas de comportamento, dificuldade na gestão e controlo emocional, dificuldades de aprendizagem, ansiedade, dificuldades nos relacionamentos com os pares, entre outras problemáticas.

Na consulta de psicologia infantil e juvenil é avaliado o comportamento e o desenvolvimento físico, emocional, cognitivo e social, permitindo identificar dificuldades e potencialidades, trabalhando de forma preventiva, indo ao encontro das dificuldades e melhorando o prognóstico.

 

Tendo em conta a vertente sistémica, acreditamos que trabalhar com as famílias é essencial pois todas as famílias têm as suas particularidades, isto é, todas as famílias são únicas. Como tal, olhamos para a família como um espaço privilegiado para potenciar a comunicação, as relações interpessoais, as vivências afetivas e superar as dificuldades inerentes. No Centro Catarina Lucas o trabalho não se centra apenas na criança ou no jovem, mas sim no trabalho articulado entre psicólogo, criança/jovem e família. 

Diana Fonseca

Coordenadora do Núcleo Infantil e Juvenil

   Áreas de intervenção

 

  • Hiperatividade e Défice de Atenção

  • Ansiedade, fobias, ansiedade de desempenho, ansiedade de separação

  • Dificuldades gestão/controlo emocional e instabilidade

  • Problemas comportamentais, birras, oposição e indisciplina

  • Dificuldades no relacionamento interpessoal

  • Dificuldades no controlo dos impulsos e agressividade

  • Sintomas depressivos

  • Perturbações alimentares - anorexia, bulimia e outros

  • Insucesso e desmotivação escolar

  • Dificuldades de aprendizagem

  • Dificuldades no processo de leitura e escrita

  • Enurese e Encoprese

  • Divórcio dos pais e luto

  • Avaliação psicológica

  • Método de estudo e gestão do tempo

  • Orientação Vocacional