“Um soninho descansado!”

O sono é uma necessidade vital para todas as pessoas e, no caso das crianças, é essencial para o desenvolvimento do cérebro e do corpo.

No entanto, aquilo que deveria ser uma prática fácil e tranquila é muitas vezes um problema para muitos pais…



As crianças resistem a dormir, fazem birras e os pais, levados por algum sentimento de culpa (porque sentem que não estão tempo suficiente com os filhos), acabam por adiar a hora de ir para a cama ou permitir que a criança adormeça com eles (pais)…

Não dormir o número de horas necessárias pode ter consequências muito mais graves para as crianças do que simplesmente um mau acordar. As crianças que não dormem o suficiente e de forma adequada, tendem a ter dificuldades de concentração, costumam ser mais agitadas, impacientes, ansiosas e até agressivas, pois a má qualidade do sono interfere na memória, na capacidade de aprender e no comportamento.



A título de exemplo, uma criança entre 1 e 3 anos deverá dormir 10-12 horas por noite e 1-2 horas de sesta. Já uma criança entre os 3 e os 5 anos deverá dormir 10-12 horas por noite, podendo ou não dormir sesta. A partir dos 6 anos (até aos 12 anos), as crianças devem dormir 9-12 horas de sono noturno.

Assim, é fundamental que os pais ensinem os filhos, desde bebés, a adormecer sozinhos e estabeleçam um horário para a criança ir dormir. Poderão ajudá-los nesta tarefa, criando rituais que ajudam a criança a acalmar, como contar uma história, deixar uma luz de presença até que a criança adormeça…

Adormecer é um processo natural e que deve acontecer de forma tranquila. Se a criança apresenta muita resistência a ir dormir, acorda muitas vezes de noite ou tem pesadelos com frequência, será necessário esclarecer o motivo…



39 visualizações