“Somos família e por isso da mesma equipa...” - Mas o que fazer quando o conflito se instala?



A harmonia parental acarreta vantagens para os filhos, potenciando neles elevados níveis de auto-estima, confiança e bons modelos relacionais para o presente e futuro. No entanto, esta harmonia nem sempre se verifica e os filhos são muitas das vezes envolvidos e expostos ao conflito.


O conflito expressa um desacordo através de interações entre os membros. As situações de conflito mais delicadas entre os pais, pautadas por momentos de tensão e raiva, provocam nas crianças e adolescentes emoções negativas como medo, tristeza e insegurança, bem como problemas de comportamento e de desempenho escolar.


Este conflito parental pode advir de diferentes estilos parentais educativos, um casamento em conflito ou de um divórcio com elevada tensão entre as partes. Mais do que a razão, os ganhos, as perdas ou o orgulho, torna-se fundamental olhar para a criança e colocá-la no centro de todas as nossas preocupações. Como uma criança me disse uma vez em consulta e que nos tem obrigatoriamente que fazer refletir – “Eu não pedi para nascer”.


No nosso centro proporcionamos Consultas de Aconselhamento Parental, uma vez que consideramos a prática da Parentalidade Positiva um dos pilares essenciais para a criança, jovem ou adulto feliz e saudável. Ajudamos os pais, que estarão também certamente em sofrimento psicológico, a tomar consciência das suas práticas educativas e a ajustar algumas delas em prol do bem-estar de todos.


Desta forma, enumeramos alguns ganhos pessoais para os pais no âmbito de uma consulta de Aconselhamento Parental:

· Repensam ações relacionais e pedagógicas com os filhos

· Repensam-se como pessoas

· Ganham maior segurança nas decisões a tomar

· Aumenta a satisfação com a Parentalidade

· Aumenta confiança em si e nos seus filhos

· Desdramatizam as exigências e dificuldade quotidianas

· Promoção da auto-descoberta e do desenvolvimento pessoal

· Pais tranquilos, seguros, fortes e confiantes serão mais felizes


Lembrem-se pais, são uma família e por isso são todos da mesma equipa. Isto significa que devem resolver os problemas em conjunto, entreajudando-se. Querem certamente o melhor para o filho e, como tal, devem encarar o conflito como uma discussão para um objetivo comum.

66 visualizações