O significado da idade!




Para além de uma medida do tempo vivido, a idade é uma forma de posicionamento do indivíduo numa determinada fase, numa linha contínua imaginária que é o ciclo de vida.

A psicologia ajuda a diferenciar as caraterísticas específicas do desenvolvimento do indivíduo em cada período, e explica o comportamento individual, em resultado da interação entre o ambiente (escola, família, amigos, emprego, doença, luto, etc.), e a forma como a pessoa se adapta, ou não, a esses contextos.


Ter em conta esse funcionamento na infância e adolescência é especialmente importante para avaliar o desenvolvimento físico e psicossocial da criança e do adolescente, mas ao longo da vida, é também fundamental para promover o equilíbrio mental e psicológico do indivíduo.

O comportamento humano é afetado pelas experiências, e influenciado pelo que consideramos ser a nossa idade sociocultural, ou a idade em que, socialmente é expectável ocorrerem determinados acontecimentos (emprego, casar, ter filhos, etc.).

Esse funcionamento exprime-se num conjunto específico de papéis que o indivíduo adota em relação aos outros elementos da sociedade, na família, no trabalho, ou em qualquer outra interação distintiva da adultez: na dinâmica do casal, no desenvolvimento dos filhos, nos percursos profissionais, na reforma e no envelhecimento ativos, entre outras.

As mudanças são contínuas ao longo da vida, e os períodos de transição são particularmente vulneráveis pelas interações complexas e desafios que envolvem, tanto na criança/jovem em desenvolvimento, como no adulto ativo ou no adulto mais sénior. Mudanças na estrutura ou na dinâmica familiar (doença, divórcio, viuvez, saída dos filhos/”ninho vazio”), e outros acontecimentos mais ou menos inesperados, podem interferir e perturbar as capacidades de funcionamento que as pessoas habitualmente utilizam para se adaptarem à mudança.

Colaborar para que a pessoa entenda as significações que atribui à sua situação individual, é uma forma de contribuir para o esclarecimento e resolução de situações prejudiciais para o seu funcionamento. Tais decisões também desempenham um papel na determinação da autoestima e outros aspetos da personalidade.


A psicologia baseia-se neste conhecimento do comportamento humano ao longo do ciclo de vida, para compreender os inúmeros fatores influenciadores na vida da pessoa, e assim apoiá-la na promoção de comportamentos que valorizem e desenvolvam as capacidades individuais, e deste modo contribuir para o desenvolvimento do bem-estar e a satisfação pessoais, nomeadamente em circunstâncias e acontecimentos de vida menos favoráveis ou mais desafiantes.

84 visualizações