O que é a Hipnose Clínica?

Hoje em dia muitas pessoas encontram-se insatisfeitas com o seu estilo de vida. Umas querem vencer fobias que as atormentam, outras não conseguem superar as insónias, ou simplesmente construir uma vida mais equilibrada e estimulante.

Uma das causas do sofrimento pessoal, aponta para uma gestão desequilibrada de situações e episódios stressantes na esfera social, pessoal ou cultural. Essas situações podem abranger: desemprego, grandes perdas afetivas ou até mesmo doenças.

É nestes perí­odos que a Hipnose Clínica poderá ajudar o sujeito a encontrar soluções para os seus problemas, encontrando novos caminhos para superar determinados obstáculos que podem surgir na sua vida. Possibilita ainda à pessoa encontrar um equilíbrio emocional para assim lidar melhor com as emoções.


O que é a Hipnose Clínica?

É um estado em que a pessoa se concentra na voz do terapeuta para se focalizar nas suas emoções. As defesas do indiví­duo baixam, sendo que fica mais recetivo a sugestões dadas ao inconsciente para atingir o seu objetivo terapêutico.

A hipnose permite-nos aceder ao inconsciente de uma forma natural, encontrando soluções para os nossos problemas.

São aplicadas diferentes técnicas de acordo com a problemática/perturbação apresentada.


A hipnose clínica pode ser aplicada em casos de:

· Distúrbios de ansiedade;

· Fobias e perturbação de pânico;

· Controlo da dor;

· Stress;

· Autoestima;

· Insónias;

· Controlo de peso;

· Ansiedade de performance;

· Tabagismo;

· Doenças psicossomáticas;

· Entre outros.


Mitos sobre a Hipnose Clínica


Há pessoas que não conseguem ser hipnotizadas

Se a pessoa estiver recetiva à terapia, qualquer um pode ser hipnotizado. Entramos em transe espontaneamente várias vezes durante o dia, como por exemplo, quando a pessoa está concentrada em determinada tarefa do nosso quotidiano (conduzir, ver televisão, lavar a loiça, etc), desligando-se do mundo à sua volta.


A pessoa pode não conseguir sair do estado de transe

A pessoa consegue sair sempre do estado de transe, o máximo que pode acontecer é o sujeito adormecer, assim sendo, pode ser acordado gentilmente.


A pessoa perde o controlo do que diz e do que faz

O sujeito tem total controlo do que pensa, diz e faz. A pessoa pode falar durante o transe se assim o desejar, se não concordar com o terapeuta pode abrir os olhos e interromper a sessão. É o sujeito que tem controlo da sua mente.


A hipnose é perigosa

A hipnose não é perigosa, praticada com um terapeuta devidamente qualificado, esta terapia é bastante eficaz e não apresenta efeitos secundários.


A hipnose faz milagres

Não é uma cura mágica para todos os problemas. Como em qualquer terapia, o sujeito tem um papel ativo no processo de mudança. A hipnose pode ter resultados duradouros e satisfatórios.


O que acontece numa consulta de Hipnose Clínica?

• Entrevista Clínica (Recolha do historial de paciente)

• Explicação do que é a Hipnose e esclarecimento de dúvidas

• Rapport (Estabelecimento de uma relação de confiança e empatia entre o hipnoterapeuta e o paciente)

• Objetivos terapêuticos

• Técnica de Hipnose Clínica

• Ensino da auto-hipnose (Explicação de um exercício de auto-hipnose para o paciente poder fazer em casa)


A hipnose permite que o sujeito tome consciência dos seus recursos internos e, assim altere determinados comportamentos limitadores.



75 visualizações