O poder da música no bem-estar

Já lhe aconteceu escutar uma música e a letra ou melodia evocar-lhe algum pensamento, sentimento ou alguma memória positiva/negativa?


A arte tem o poder de comunicar com o nosso mundo interior e de trabalhar a nossa capacidade de afetividade (emoções, impulsos e instintos) e de sensibilidade.

A palavra “música” tem origem do grego mousikê, que significa “arte das musas”. Esta pode ser definida como arte e ciência, no qual existe uma combinação harmoniosa de sons. Para outros autores, a música vai para além disso, afirmando que esta tem o condão de provocar arrepios, risos e choros, ajudando-nos a mergulhar em diversas recordações, quase como se se infiltrasse na nossa pele.

A arte musical é uma das atividades prazerosas mais utilizadas pelos indivíduos, quer em casa, no carro ou no trabalho. A música é um dos meios mais poderosos na indução de emoções, o que significa que a sua capacidade de influenciar o bem-estar é forte, sendo intemporal e independente da cultura. Uma das respostas que explica esta influência de forma mais específica é o aumento da dopamina quando se ouve música, esta substância que se encontra presente no nosso cérebro, promove o bem-estar, ajudando-nos, assim, a regular o humor e a motivação. Para além disso, a música desempenha diversas funções no nosso dia-a-dia, tendo em conta que ajuda a lidar com os diversos problemas com que nos deparamos, alivia a tensão do quotidiano e consegue ser um apoio para nos inserirmos na sociedade e conseguirmos criar a nossa identidade.

Diversos estudos têm tentado entender a ligação entre o bem-estar e a música e os resultados, maioritariamente, demonstram que esta atividade pode promover a saúde e o bem-estar, em todos os períodos da nossa vida. Desta forma, a música tem sido cada vez mais utilizada em diversos âmbitos, como na saúde física e psicológica e exemplo disso é a musicoterapia.


Resumidamente, tendo em conta o tipo de música que escuta, a música consegue:

  • Diminuir níveis de ansiedade;

  • Regular o humor;

  • Auxiliar a pressão arterial e frequência respiratória;

  • Aumentar a concentração;

  • Estimular a autoestima e autoconfiança;

  • Auxiliar na aprendizagem e retenção de informação;

  • Aumentar a sensação de bem-estar emocional, psicológico e físico.


Desta forma utilize a música em prol do seu bem-estar:

  • Faça uma lista de músicas que goste, que forneça sensações positivas e ouça regularmente;

  • Utilize uma plataforma para formar listas com diversos fins, como listas para relaxar, para dormir, para dançar ou cantar, entre outras;

  • Se se sentir ansioso, escute músicas harmoniosas, como música clássica ou música com a qual se sinta em paz, como estratégia de distração.



“Sem a música, a vida seria um erro” - Friedrich Nietzsche

Helena Anselmo

82 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo