O Natal e as crianças

Natal é sinónimo de família. Mais do que brinquedos como presente, devem-se fomentar nesta quadra as relações, a partilha, os afetos e, claro, a diversão.


Envolva os seus filhos nos rituais de natal: montar a árvore de natal, preparar as decorações, incentivando-os a eles próprios criarem algumas com recortes e colagens. Ajudar na cozinha com os bolos e bolachas natalícias são também atividades divertidas para fazer em família. Façam dos vossos momentos em família, momentos de convivência, de partilha de histórias, permitindo que os mais pequeninos as acompanhem. Poderá também sugerir que na noite de natal as crianças preparem alguma exibição para a família, como por exemplo, um teatro ou canção.


Quanto aos presentes, sabemos que a euforia é grande, devorando os catálogos de brinquedos, os anúncios de televisão ou até mesmo as lojas… Dar presentes é bom! Os seus filhos sentem que o conhece melhor que ninguém. Mas podemos ajudá-los a controlar a excitação característica da época… Incentive os seus filhos a fazer listas de presentes, explicando que pode não ser possível dar tudo o que desejam. No sentido de os ajudar a alertar para outras realidades à sua volta e de lhes mostrar que podem acrescentar valor ao mundo, pode por exemplo, sugerir ao seu filho que escolha um presente da lista para este ser doado a outra criança que não tenha possibilidade de receber presentes, explicando-lhe que há famílias que têm pouco dinheiro. Pode optar também por criar os próprios presentes em casa, se assim for possível, com o intuito de criar presentes únicos e de enorme valor para o seu filho. Escrever uma carta ao pai natal deve também ser sugerido e permitido, uma vez que não só estimula a escrita do seu filho, como também passa a conhecer as suas preferências. Explique-lhe que se trata de um momento de expressão de desejos e não de uma lista de exigências. E evite levar os seus filhos quando for às compras, pois eles provavelmente vão querer tudo, e também acabará por perder mais tempo. Levar os filhos às lojas na quadra natalícia poderá despoletar birras, uma vez que não podendo satisfazer todas as suas vontades, e após algum cansaço acumulado, há tendência para o aborrecimento e perde-se o seu objetivo inicial – as compras. Por último, controle bem os presentes que deixa debaixo da árvore de natal!!


Aproveite o melhor que o Natal tem: as relações. Dê de si e ajude o seu filho a fazer o mesmo.


Feliz Natal!


0 visualização