top of page

Fome? ou Sede? Estão relacionados?



Sabia que o hipotálamo, localizado no cérebro, é responsável por nos indicar se sentimos fome e sede. Sentir a sensação de fome é mais comum do que a de sede, e quando essa surge, vulgarmente, já estamos 2% desidratados.

A nossa alimentação tem um papel preponderante no fornecimento de água, através de alimentos como fruta e vegetais. Atualmente, as escolhas alimentares tendem a responder à necessidade da praticidade e “rapidez” de consumo, pelo número exacerbado de solicitações a que estamos submetidos, o que em muitos casos, recai na escolha de alimentos secos, desidratados e industrializados.

Aliado a isto, com a chegada do Verão subentende-se o aumento da temperatura ambiente, respondendo o nosso organismo em conformidade através da transpiração, por ser a sua principal forma de arrefecimento.

Um consumo de água insuficiente causa sobrecarga renal, tornando difícil a tarefa de regulação da temperatura corporal, com a tendência para a elevação da pressão arterial e para um processo digestivo lento. Quadros de desidratação estão associados a uma performance física diminuta, com cansaço associado. Ao nível da pele, cabelo e unhas, de igual forma são influenciados negativamente pela ingestão insuficiente de água.


Em seguida, partilho consigo algumas estratégias para assegurar uma correta hidratação:

1. Garanta que diariamente ingere pelo menos 30ml de água por cada Kg de peso (ressalvo que caso apresente um quadro clínico cardíaco com a toma de anti-hipertensores este aporte tem de ser ajustado);

2. Beba água mesmo que não sinta sede;

3. Alterne ou conjugue diariamente o consumo de água com águas aromatizadas sem adição de açúcar e/ou chás quentes/frios sem adição de açúcar

4. Aromatize a sua água de forma natural, preferindo adicionar cascas de fruta, vegetais (pepino, aipo), rodelas de gengibre, especiarias (como a canela ou cravinho...) ou ervas aromáticas frescas (como a hortelã);

5. Garanta o consumo diário de vegetais (na sopa ou confecionados) e frutas, dado serem fontes naturais de água;

6. Modere o consumo de bebidas alcoólicas e café uma vez que detêm um poder desidratante. Caso consuma ambos, sugiro que garanta sempre o consumo de um copo de água (ou maior quantidade) em concomitância com a sua ingestão;

7. Garanta que a determinada altura do dia a sua urina apresenta uma cor translúcida, sem odor associado, ambos ótimos indicadores de que assegurou o volume de água ideal para si.


Ressalvo que existem grupos de risco, como os idosos, recém-nascidos e crianças, por frequentemente não sentirem e manifestarem sede, devendo por isso ter uma atenção redobrada, insistindo para que bebam água.

A hidratação é uma das premissas base para um estilo de vida saudável!

48 visualizações0 comentário

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page