Férias em tempos de COVID-19: sim ou não?



A pandemia por COVID-19 afetou a vida das famílias, que se viram confinadas às suas casas, durante várias semanas. Adaptar hábitos, rotinas e até teletrabalho foi tarefa exigente!

Mas também permitiu a muitos pais estreitar laços com os filhos e ter mais tempo para atividades de lazer.


Algumas famílias questionam, então, a necessidade de tirar férias, como faziam habitualmente nesta altura do ano.


As férias constituem uma pausa nas rotinas habituais de trabalho e escola. Ajudam a reduzir o stress, a relaxar e a recuperar os níveis de energia e de criatividade. São também, muitas vezes, sinónimo de reflexão, novas ideias, projetos ou atividades, uma vez que ativam o lado criativo de cada indivíduo.


Todas as pessoas, adultos e crianças, precisam de pausas periódicas, para recuperar do desgaste físico e psicológico do dia-a-dia.


Sendo assim, quer o período de quarentena tenha sido vivido a trabalhar ou não, não pode ser equiparado a um período de férias. Em termos psicológicos, continua a ser importante que as famílias desfrutem de alguns dias de descanso.


Muitos estudos indicam que os efeitos benéficos das férias estão relacionados com saber aproveitá-las, ou seja, não basta estar em casa sem trabalhar, é fundamental preencher os dias com atividades que proporcionem um verdadeiro prazer. E isso nem sempre foi possível durante a quarentena.


A forma como se escolhe passar as férias e a importância que lhes é dada, são dois ingredientes fundamentais para potenciar os seus benefícios. Durante o verão, o sol e a temperatura, ajudam a melhorar o bem-estar físico e psicológico, uma vez que o corpo fica mais relaxado, há menor isolamento social e, com maior probabilidade, um aumento da autoestima.


Este ano as férias terão de ser diferentes, mantendo o distanciamento físico em relação a pessoas que não sejam as do convívio habitual, conforme recomenda a Direção Geral de Saúde.

Mas ainda assim, o ideal é que as famílias possam fazer uma pausa, com atividades diferentes e prazerosas, mudando de ambiente se possível e procurando relaxar e saborear a companhia uns dos outros.


Não sabemos como será o outono e inverno, podendo vir a ser necessárias medidas mais restritivas do que as que vigoram atualmente, dependendo da evolução da pandemia, pelo que é fundamental “recarregar as baterias” durante os meses de verão.


Boas férias, em segurança!

23 visualizações