Estar só(lidão) é a minha companhia

Atualizado: 28 de Out de 2019

E porque todos aprendemos a ser sociais, um dia o desalento da solidão invade-nos e nós evadimo-nos, como se caísse, nessa mesma solidão, o que somos.


Aprender a estar connosco próprios é tão fundamental como aprender a estar no seio dos outros. Aprender a estar connosco é, sobretudo, o conhecimento e a compreensão do ser humano que existe em nós e que, certamente, tantos outros apreciam e conhecem.


A solidão é muito mais do que estar só. A solidão comunica a ideia de não ser desejado ou amado, querido ou achado. A solidão sim, a solidão é dor, é apatia, é saudade e tristeza, é amarga e é descrença.


Mas...

Estar não é solidão. Estar só é respeitar os meus quereres, as minhas vontades, as minhas emoções, os meus sorrisos e as minhas dores. É suportar-ME e viver-ME. Estar só não é solidão. É aprender aquilo que sou, sem me julgar. É experienciar momento a momento o que gosto, o que penso, o que sinto, o que faço.


Estar só é estar comigo, é aceitar esse a sós. É abrir o espaço para reconhecer o Valor Pessoal e dar-lhe as asas de que tantas vezes ele precisa para voar!

Aprender a estar só é Ser Feliz

72 visualizações