Como celebrar a Páscoa durante a quarentena?


Estamos na Páscoa… um momento de família, no qual avós, filhos e netos convivem e saboreiam pratos tradicionais, mas também as estórias dos mais velhos sobre os costumes de outrora.


E este ano, fará sentido assinalar a Páscoa?

Estamos de quarentena, fechados em casa, reduzidos ao núcleo familiar… alguns sozinhos, outros em casal ou com os filhos; filhos pequenos, adolescentes ou jovens adultos… tantas famílias e todas diferentes, mas com um ponto em comum: este ano, a páscoa tem um sabor diferente, o sabor de não estarmos juntos fisicamente, POR AMOR, para nos protegermos e para protegermos aqueles que amamos.


Não vamos comer todos na mesma mesa, mas podemos estar juntos em muitas mesas diferentes! Felizmente temos skype, whatsApp ou um simples telefonema, e podemos partilhar momentos, estórias, como sempre fizemos.

E por que não fazer uma caça aos ovos da Páscoa em família? Pequenos e graúdos acabarão por se divertir numa cruzada inovadora!


Sim, o Covid-19 afastou-nos fisicamente…

Mas não, o Covid-19 não nos afastará social e afetivamente se não o permitirmos. Essa escolha é de cada um e de cada família.


Tudo isto não significa que sentimentos como, tristeza por não haver um abraço, ansiedade com o futuro, ou preocupação com a doença, não possam existir. São sentimentos válidos e que nós, psicólogos, consideramos reações aceitáveis face às circunstâncias atuais. Mas é igualmente da natureza humana, a capacidade de adaptação, a resiliência e a esperança, e são estas características que devem pesar nesta quadra especial, acreditando que apesar das dificuldades, poderemos torná-la inesquecível e uma história de união, para mais tarde recordar.


Vai ficar tudo bem!

29 visualizações