top of page

Arte e Saúde Mental: Como nutrir o nosso mundo interior

Atualizado: 3 de jun.




A arte pode ser considerada como umas “mini férias mentais”. Focar a nossa atenção na atividade criativa, ajuda-nos a permanecer no “aqui e agora”, desligando-nos das distrações. Neste sentido, podemos dizer que funciona como uma forma de meditação (menos aborrecida para algumas pessoas!)

O envolvimento em atividades criativas reduz os níveis de cortisol, uma substância química que é libertada em resposta ao stress. Outros estudos mostram que criar arte também aumenta os níveis de dopamina, uma substância química que é libertada quando experienciamos algo prazeroso. Altos níveis de dopamina podem ajudar a aliviar os sintomas de ansiedade e de depressão.

O que a arte nos possibilita?

Encontrar a tua voz, sem filtro

Imagina-te perante uma tela em branco ou um caderno de desenho – aqui tens um espaço livre de julgamentos onde as tuas emoções podem encontrar expressão. A arte funciona como um canal de descarga das emoções que podem ser difíceis de expressar por palavras. Através das cores, formas, e traços, podes comunicar partes de ti que estão à espera de serem ouvidas e compreendidas. Quando nos limitamos a apenas às palavras, estamos a perder uma parte significativa das nossas experiências vividas. Uma grande parte de nós tem dificuldade em traduzir os seus sentimentos em palavras. Assim sendo, ter formas de expressão adicionais permite que a pessoa se expresse de forma mais profunda/completa.

 

Encontrar serenidade no meio das exigências da vida

No meio das nossas vidas agitadas, o envolvimento em atividades artísticas como pintura, desenho ou artesanato pode proporcionar um momento de tranquilidade e atenção plena. O envolvimento em atividades criativas convida-nos a desacelerar e a estar presentes no momento.

 

Autodescoberta e desenvolvimento pessoal

A arte não tem a ver com a competência ou perfeição, é sobre abraçar o processo e a viagem da criação. Cada pincelada é uma expressão da tua perspetiva única e sentido de realização e autoestima. Ao te envolveres com a arte, estás a explorar e a processar emoções, quer de experiencias dolorosas e de stress, quer de experiências positivas e igualmente transformadoras.

 

Conexão social

Considera explorar a arte num ambiente comunitário – participa numa aula de arte local, partilha o teu trabalho em comunidades online, ou conecta-te com outras pessoas que compartilham a paixão pela criatividade. Envolveres-te com outros entusiastas da arte pode proporcionar uma sensação de conexão e pertença, enriquecendo o teu bem-estar mental e emocional.

 

Como dar o primeiro passo em direção ao autocuidado criativo

Se estiveres interessad@ em incorporar a arte à tua rotina de autocuidado, começa com passos pequenos. Dedica tempo para te envolveres numa atividade criativa que te interesse, abordando esta experiência com abertura e curiosidade, sem expectativas. A arte é mais do que um hobby; é um caminho para um espaço para autoexpressão, reflexão e crescimento pessoal.

 

Partilho algumas ideias de atividades criativas:

  • Cria uma escultura que combine com o teu humor. Pega em argila ou plasticina e dá espaço à tua imaginação. Sentes-te ansios@? Cria uma escultura que representa esse sentimento. Estás a sentir raiva? Repara em como podes representar a zanga através da argila.  

  • Faz uma colagem com fotografias importantes para ti.

  • Faz um desenho que represente felicidade para ti. Qual é a tua versão de felicidade? Evocou uma memória, uma ideia ou uma sensação? Tenta desenhá-lo.

  • Cria uma pintura que represente a tua infância. Quais são os momentos mais importantes da tua infância, quer positivos quer negativos?

  • Usa 10 minutos para dançares e moveres o corpo, libertando sensações acumuladas. Este exercício pode ajudar a explorares sentimentos difíceis relacionados com o teu corpo ou aparência.  

  • Desenha uma cena de um dos teus pesadelos. Se pudesses mudar o final ou torná-lo menos assustador, como seria agora?

  • Pinta uma pedra. Lista os teus valores na rocha e coloca-a onde a possas ver todos os dias.

  • Mantém um diário de arte: em vez de usar palavras, expressa visualmente as tuas emoções todos os dias

  • Pinta ao som da música

 

42 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page