IMG_5298.HEIC

O Centro

Conheça a nossa metodologia

Nos nossos Centros valorizamos o rigor e a evidência científica ao mesmo tempo que não dispensamos o lado humano e relacional dos processos clínicos.

Assim, o Centro segue predominantemente um modelo cognitivo-comportamental na sua vertente integrativa de outras abordagens teóricas, sempre que for mais benéfico ao cliente, nomeadamente o modelo sistémico e psicodinâmico.

A Terapia Cognitivo-Comportamental (TCC) é baseada numa metodologia empírica, existindo grande evidência quanto à sua eficácia em várias perturbações psicológicas e psiquiátricas. 

Tem como objetivo permitir ao paciente ser o seu próprio terapeuta, o que aumenta a probabilidade de sucesso da intervenção e da manutenção dos ganhos a longo prazo.

Além de agregar as abordagens comportamentais de 1ª Geração e as cognitivas/emocionais de 2ª Geração, integrou ainda as abordagens de 3ª Geração, com resultados que se têm revelado positivos.

Como funciona a TCC?

É uma abordagem pragmática e orientada para a ação. Visa avaliar o pensamento ou crença, o qual provocará uma emoção e um comportamento. Intervém ao nível dos pensamentos automáticos negativos e crenças irracionais, desafiando distorções cognitivas e promovendo a substituição destes pensamentos e sentimentos por outros mais racionais e ajustados à situação.

 

Para tal, são utilizadas técnicas de promoção da consciência e reestruturação cognitiva. Paralelamente, são também utilizadas estratégias comportamentais.

Visão Integrativa

 

A integração em psicoterapia significa um esforço para olhar além das fronteiras que demarcam as diferentes abordagens teóricas, na tentativa de observar o que pode ser aprendido com outras perspetivas.

Esta integração é guiada pelo reconhecimento da complementariedade existente nas diferentes abordagens, mas também pelo reconheci- mento dos limites de cada uma delas.

TCC de 3ª Geração

 

As TCC de 3ª geração dizem respeito a um grupo de abordagens, como a Terapia de Aceitação e Compromisso, Terapia Cognitiva Baseada no Mindfulness e a Terapia Focada na Compaixão.

Estas abordagens permitem uma visão humanista, onde o bem-estar não se refere apenas à ausência de problemas e, por isso, não se restringe à eliminação do sintoma.

O objetivo da terapia é a relação do cliente com os seus processos internos (emoções ou pensamentos), e a sua influência na interação com o mundo. O cliente pode assim aumentar a sua consciência, estar no aqui e agora e aceitar as suas emoções como algo natural.